sábado, 28 de janeiro de 2017

Concursados de Trairi lutam pelo direito de serem convocados

Parte dos aprovados se reuniram através de uma comissão para uma reunião com o sindicato dos servidores municipais de Trairi na manhã do dia 24\01\17 às 9:30 em sua sede. O interesse dos aprovados é uma mobilização através das entidades administrativas competentes e meios de comunicação sobre a postura da prefeitura em convocar os candidatos aprovados no concurso de Trairi, realizado em 2016 para 247 vagas. A não convocação, falta de explicações do prefeito MARCOS PRADO, boatos de contratação de temporários, mostra uma fragilidade e a necessidade de uma postura concreta e séria por parte da prefeitura com relação a população de Trairi e seus candidatos aprovados. Essa mobilização referente a não convocação de candidatos não está sendo novidade somente em Trairi. Sindicatos municipais e Ministério Público estão sendo acionados para intervirem na convocação de candidatos aprovados em outros municípios também, como exemplo em Itapipoca, Uruburetama, Amontada e Caucaia. A intenção não é discutir o direito líquido e certo que os aprovados tem de tomar posse e sim de fazer valer esse direito. Seria interessante a mídia acompanhar esses casos, pois parece que os prefeitos destas localidades combinaram em contratar seus temporários deixando os diversos concursados de lado, tendo os mesmos que recorrer ao Ministério Público e aos Sindicatos para algo que é direito adquirido.fonte; Patrícia Oliveira Montenegro



Nenhum comentário:

Postar um comentário

ONU ORIENTA JUSTIÇA BRASILEIRA A RESPEITAR DIREITOS POLÍTICOS DE LULA

Comitê Internacional de Direitos Humanos determinou hoje que Lula deve ter livre acesso à mídia e não pode ter sua candidatura barrada ante...